sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

12 coisas que você não sabia sobre Robocop

Semana passada foi lançado nos cinemas o Remake de RoboCop e como diria um certo humorista ...é mais ou menos, mais ou menos... Mas não estamos aqui para falar disso e sim de coisas que você não sabia sobre o nosso policial preferido, então se você foi uma criança na época e assistiu ao filme de 87, assim como eu, não se tornando um maluco psicopata ou sofreu ataques de agonia ao ver o Murphy sendo desmembrado e as outras cenas hilárias do filme, parabéns, você tem neurônios suficientes para ver a lista abaixo. Confira:

12. RoboCop foi inspirado no personagem Juiz Dredd e também em Rom, super-herói do Universo Marvel.


11. O RoboCop é um tipo de máquina que humanamente comete erros.


10. A arma de fogo utilizada pelo personagem era uma adaptação da pistola Beretta 93R automática.

Arma também utilizada em jogos da franquia Residente Evil.


9. Entrevista ilustre

Eddie Van Halen, guitarrista do grupo Van Halen, fez uma ponta no primeiro filme vivendo Keva Rosenberg, um cidadão comum que dá sua opinião sobre a greve dos policiais a um repórter.


8. RoboCop não foi o primeiro.

A ideia de RoboCop não foi a pioneira, como muitos imaginam. O conceito de um policial morto que é transformado num ciborgue já tinha sido abordado no anime japonês O Oitavo Homem (8 Man), em 1963.

7. RoboCop foi utilizado para um comercial brasileiro de calças jeans Pool no começo dos anos 90.

A imagem acima não tem relação com o comercial BR, sendo de outro comercial do nosso policial enlatado.

6. O RoboCop Japa

Jiban foi sua versão japonesa em 1989. Tendo pego carona no sucesso do filme americano, até mesmo em seu enredo inclusive com a mesma origem de Murphy. Policial morto que volta como ciborgue.

5.  "RoboCop Gay"

Quem não lembra da banda brasileira Mamonas Assassinas e seu sucesso "RoboCop Gay", na qual parodiava a ideia do policial-robô como um personagem que se torna homossexual.

4. Até mesmo Os Trapalhões numa revista em quadrinhos fizeram sua paródia a RoboCop: "DidiCop, o policial sem futuro".


3. Os estúdios Disney também criaram a sua paródia. Chama-se Robopato.

Eu sempre me perguntava onde ficavam os pés do Patralhão, se dentro da roupa ou na roda do monociclo.

2. O filme de 1987 foi lançado como uma versão futurista de "O Cavaleiro Solitário (The Lone Ranger)".

Seu giro com a arma e o conceito de homem baleado por bandidos que retorna como um homem da lei, imitam o clássico filme de Cowboy. 

1. Enquanto dirigia, RoboCop não usava calças.


Por conta do tamanho da roupa de ciborgue Peter Weller não conseguia caber dentro do carro, por isso eram retiradas as partes de baixo.

Agora faz sentido de nunca haver uma cena do RoboCop saindo do carro sem cortes.

Curtiu a postagem? Então Curta e Compartilhe o Herodróide no Facebook e fique por dentro das novidades.


Nenhum comentário:

Postar um comentário